GABARITO
(Pucmg) São medidas eficazes no combate e controle da Doença de Chagas:  

evitar o desmatamento.
a construção de casas com parede de alvenaria.
desinsetização externa e interna nas residências.
promover o saneamento básico.
melhorar as condições de vida no campo.
   
(Ufc) A Doença de Chagas continua causando muitas mortes no Brasil e em países pobres do mundo. O texto a seguir sobre esta doença é hipotético. Leia-o com atenção.

"Um paciente residente na periferia de Fortaleza procurou o posto médico, queixando-se, entre outras coisas, de febre, anemia, cansaço e hipertrofia ganglionar. Após os exames clínico e laboratorial, diagnosticou-se, corretamente, que ele estava com a Doença de Chagas. Ao tomar conhecimento do caso, um professor resolveu discutir o caso com seus alunos, solicitando que eles opinassem sobre que medidas deveriam ser tomadas para controlar a propagação da doença. Os alunos apresentaram cinco sugestões."

Dentre as sugestões apresentadas pelos alunos, a única inteiramente correta é:
 

isolamento do paciente, para evitar o contágio com outras pessoas, pois a doença se propaga também pela inalação do ar contaminado;
campanha de vacinação em massa, em Fortaleza e por todo o estado do Ceará, para evitar uma epidemia na cidade.
aplicação de inseticidas em toda a cidade, para eliminação do Aedes aegypti, inseto transmissor do Trypanosoma cruzi, agente causador da doença;
vacinação de cães e eliminação de cães de rua, pois eles são reservatórios naturais de protozoários do grupo Trypanosoma;
a proteção das portas e janelas com telas, a fim de evitar a entrada do barbeiro, inseto transmissor da doença, nas residências".
   
(Unesp) Considere os seguintes métodos preventivos e de tratamento de doenças parasitárias.

I - Abstenção de contato com água possivelmente contaminada.
II - Uso de medicamentos que combatem o parasito no homem.
III - Aplicação de inseticidas nas casas.
IV - Uso de sanitários e higiene das mãos.

No caso da malária, os métodos de prevenção e tratamento válidos são apenas
 

a

II e III.
I e III.
I e II.
I e IV.
III e IV.
   
 

Cavalo e zebra pertencem a gêneros diferentes.
As antas apresentam maior parentesco evolutivo com os cavalos do que com os rinocerontes.
a O parentesco evolutivo entre cavalo e zebra é maior do que entre rinocerontes de um chifre e rinocerontes de dois chifres.
As antas pertencem à mesma família dos rinocerontes.
Todos os animais citados pertencem à mesma família.
   
(Pucsp) Uma colônia de pólipos forma, por brotamento, pequenas medusas. Estas liberam gametas no ambiente, onde ocorre a fecundação. Do zigoto, surge uma larva ciliada, que dá origem a uma nova colônia de pólipos.
A descrição anterior refere-se a um
 

a

cnidário, que apresenta alternância de gerações.
cnidário, que apresenta exclusivamente reprodução sexuada.
espongiário, que apresenta exclusivamente reprodução sexuada.
espongiário, que apresenta alternância de gerações.
platelminte, que apresenta reprodução sexuada e assexuada, sem alternância de gerações.
   
 

a

I, II e III
I, II e IV
I, III e IV
II, III e IV
III, IV e V
   
(Ufpel) As esponjas constituem o filo Porifera do reino Animal, sendo indivíduos de organização corporal simples, considerados um ramo primitivo na evolução dos metazoários. Os poríferos são usados pelos pintores para obter certos efeitos especiais na técnica de aquarela; antigamente, eram usados também como esponjas de banho.
Quanto às esponjas, é correto afirmar que
 

não possuem tecidos verdadeiros e apresentam apenas espículas silicosas.
possuem tecidos verdadeiros e podem apresentar espículas calcárias ou silicosas.
a não possuem tecidos verdadeiros e podem apresentar espículas calcárias ou silicosas.
não possuem tecidos verdadeiros e apresentam apenas espículas calcárias.
possuem tecidos verdadeiros e apresentam apenas espículas silicosas.
   
 

a digestão intracelular.
o celoma.
o blastóporo.
a diferenciação celular.
a a cavidade digestiva.
   
 

apenas I.
apenas II.
apenas I e III.
apenas II e III.
a apenas III.
   
(Ufsm) Nos poríferos, o mesênquima é uma massa gelatinosa, onde estão imersos elementos de sustentação, e os __________ são células de formato irregular que se movimentam por pseudópodos. Dentre outras funções, essas células participam na formação do esqueleto através dos(das) __________ e na distribuição dos nutrientes obtidos na digestão executada pelos __________.

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas.
 

coanócitos - espículas - pinacócitos
amebócitos - pinacócitos - coanócitos
a amebócitos - espículas - coanócitos
pinacócitos - amebócitos - porócitos
porócitos - pinacócitos - amebócitos
   
(Cesgranrio) A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou que, no Terceiro Mundo, quase meio bilhão de pessoas estão sofrendo de doenças tropicais. Uma dessas doenças é a malária. Para combatê-la, entre outras medidas profiláticas, pode-se:  

construir redes de esgotos.
a drenar regiões alagadas.
substituir choupanas por casas de alvenaria.
ter cuidados com higiene pessoal e alimentos.
vacinar populações ribeirinhas.
   
(Enem) Houve uma grande elevação do número de casos de malária na Amazônia que, de 30 mil casos na década de 1970, chegou a cerca de 600 mil na década de 1990. Esse aumento pode ser relacionado a mudanças na região, como  

as transformações no clima da região decorrentes do efeito estufa e da diminuição da camada de ozônio.
o empobrecimento da classe média e a conseqüente falta de recursos para custear o caro tratamento da doença.
a o aumento na migração humana para fazendas, grandes obras, assentamentos e garimpos, instalados nas áreas de floresta.
as modificações radicais nos costumes dos povos indígenas, que perderam a imunidade natural ao mosquito transmissor.
a destruição completa do ambiente natural de reprodução do agente causador, que o levou a migrar para os grandes centros urbanos.
   
 

o plasmódio, transmitido por um mosquito.
a leishmânia, transmitida por um mosquito.
a o tripanossomo, transmitido pelo barbeiro.
o esquistossomo, transmitido pelo barbeiro.
a filária, transmitida por um mosquito.
   
(Mackenzie) Segundo noticiário dos principais jornais da cidade de São Paulo, habitantes de regiões recentemente inundadas por chuvas torrenciais estão apresentando uma doença chamada leptospirose. Essa doença é causada por:  

bactérias que contaminaram a água potável.
vírus, transmitidos pela urina de ratos.
a bactérias, transmitidos pela urina de ratos.
vermes que são ingeridos pela água contaminada.
picadas de insetos, que em épocas de chuvas se reproduzem muito.
   
(Mackenzie) A malária ou impaludismo é uma doença muito disseminada nos países tropicais, inclusive no Brasil, na região amazônica, com mais de 500.000 casos por ano. O modo de transmissão ocorre por meio de um mosquito:  

a

fêmea que necessita de sangue para a produção de seus ovos.
fêmea ou macho que necessitam de sangue para o acasalamento.
fêmea ou macho que constituem o hospedeiro intermediário do parasita.
macho onde se dá a reprodução sexuada do parasita.
macho que possui o aparelho bucal mais desenvolvido do que a fêmea.
   
 

entrou na circulação por meio da picada de um inseto infectado.
apresentou alta taxa de reprodução no fígado.
apresentou alta taxa de reprodução nas fibras cardíacas.
a foi liberada no sangue, após o rompimento de hemácias.
causou sérias lesões no intestino.
   
(Unifesp) Compare um protozoário, por exemplo, um paramécio, com uma célula epidérmica de metazoário (animal multicelular) quanto à complexidade, ao número de organelas e à especialização, ou seja, o quanto é capaz de desempenhar uma função específica. A relação correta é que a célula do  

protozoário é menos complexa, possui menos organelas e é menos especializada do que a do metazoário.
a protozoário é mais complexa, possui mais organelas, porém é menos especializada do que a do metazoário.
protozoário é mais complexa, possui menos organelas e é mais especializada do que a do metazoário.
metazoário é mais complexa, porém possui menos organelas e é menos especializada do que a do protozoário.
metazoário é mais complexa, possui mais organelas, porém é menos especializada do que a do protozoário.
   
(Ufc 2008) Dentre a imensa diversidade de organismos presentes no ambiente, são apresentados a seguir três importantes grupos. Relacione as colunas de acordo com as características e a utilização dos organismos citados.

COLUNA I
I - Bactérias
II - Protistas
III - Fungos

COLUNA II
( ) Pluricelulares, eucarióticos, heterotróficos e utilizados em biotecnologia.
( ) Unicelulares, sem separação física entre o material genético e o citoplasma e utilizados na limpeza de ambientes degradados.
( ) Unicelulares, eucarióticos, heterotróficos e utilizados como indicativos de possível presença de petróleo.
( ) Unicelulares, eucarióticos, autotróficos e utilizados na produção de abrasivos.

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta:
 

III, II, I e II.
II, I, III e II.
a III, I, II e II.
II, III, II e I.
I, II, III e II.
   
(Cesgranrio) Certos fungos são empregados na produção de queijos, sendo responsáveis por sabores característicos. Os fungos Penicillium roquefortii e Penicillium camembertii, por exemplo, são utilizados na fabricação de queijos tipos roquefort e camembert, respectivamente.
Pela análise dos nomes científicos acima citados, podemos concluir que esses seres NÃO pertencem ao (à) mesmo(a):
 

gênero.
classe.
família.
ordem.
a espécie.
   
(Pucpr) Um estudante de Biologia, ao realizar uma pesquisa científica, chegou à conclusão de que um determinado ser vivo apresenta as seguintes características:

- tem como substância de reserva o glicogênio.
- apresenta quitina como um dos componentes da membrana celular.
- é pluricelular, muito embora suas células não constituam tecidos diferenciados.
- é eucarionte, porém não sintetiza pigmento fotossintetizante.

Pelas características expostas, conclui-se que o ser vivo pesquisado pertence ao reino:
 

Protista
a Fungi
Monera
Plantae
Animalia
   
(Ufes) Os fungos estão presentes em nossa vida diariamente, tanto na fabricação de alimentos como parasitando plantas e animais, inclusive o homem. Por apresentarem características particulares que os diferem das plantas e dos animais, constituem um reino particular: o Reino Fungi.
Dentre as características a seguir, assinale aquela EXCLUSIVA dos fungos.
 

Reproduzem-se por esporos.
Armazenam glicogênio.
a São heterótrofos por absorção.
São aclorofilados e parasitas.
Não apresentam tecidos condutores de seiva.
   
(Uflavras) Assinale a opção que marca uma característica comum a todos os fungos.  

presença de celulose como constituinte básico da parede celular.
ausência de formação de gametas.
a ausência de pigmentos fotossintetizantes.
adaptação ao parasitismo.
talo do tipo micélio.
   
(Ufpel) "O Reino Fungi abrange organismos eucariontes, aclorofilados, que incorporam alimentos por absorção. Popularmente, são conhecidos como bolores, mofos, fermentos, levedos, orelhas-de-pau, trufas e cogumelos-de-chapéu (Champignon)".
LOPES, Sônia. BIO. 1994, v. único.

Os exemplos acima ilustram vários tipos e formas de fungos que podem estar voltados diretamente à saúde humana, à produção de alimentos, ao combate a pragas de lavouras, dentre muitos outros usos.

Em termos ecológicos, quanto aos fungos, é correto afirmar que
 

obtêm seu alimento autotroficamente, ao decomporem organismos mortos, uma condição que os remete à classificação de saprófagos.
a podem ser organismos anaeróbicos, por realizarem a fermentação, sendo úteis para o homem na produção de vinho, cerveja e pães.
são predadores, por se alimentarem de substâncias que derivam da biocenose, ou seja, dos restos orgânicos de organismos mortos.
são mutualísticos, ao estabelecerem associações com outros organismos, das quais ambos se beneficiam, como no caso das leveduras, que produzem açúcares por intermédio de processos fotossintéticos.
são parasitas, ao obterem seu alimento por decomposição de restos orgânicos de indivíduos mortos.
   
(Ufpi) "Eles são operários quase anônimos da natureza, ao mesmo tempo criadores e destruidores da vida (...). Há os que fazem o pão crescer (...). Alguns escurecem os azulejos do banheiro, outros causam e curam doenças, enriquecem o solo, apodrecem a madeira".
("National Geographic", Agosto de 2000)

O texto acima se refere aos:
 

protozoários;
artrópodes;
anelídeos terrestres;
platelmintos;
a fungos.
   
(Unesp 2008) No sistema de classificação de Lineu, os fungos eram considerados vegetais inferiores e compunham o mesmo grupo do qual faziam parte os musgos e as samambaias. Contudo, sistemas de classificação modernos colocam os fungos em um reino à parte, reino Fungi, que difere dos vegetais não apenas por não realizarem fotossíntese, mas também porque os fungos  

são procariontes, uni ou pluricelulares, enquanto os vegetais são eucariontes pluricelulares.
são exclusivamente heterótrofos, enquanto os vegetais são autótrofos ou heterótrofos.
não apresentam parede celular, enquanto todos os vegetais apresentam parede celular formada por celulose.
a têm o glicogênio como substância de reserva energética, enquanto nos vegetais a reserva energética é o amido.
reproduzem-se apenas assexuadamente, enquanto nos vegetais ocorre reprodução sexuada ou assexuada.